Cervejaria Nacional abre primeira fábrica-bar paulistana

Nascida como microcervejaria, marca ganha endereço próprio em Pinheiros e serve cinco receitas de chope artesanal batizados com figuras folclóricas e criados pelo mestre-cervejeiro Luis Fabiani; menu assinado pelo chef Alexandre Cymes aposta na dupla cerveja-churrasco em receitas harmonizadas .

As lendas brasileiras acabam de ganhar suas versões etílicas. Na Cervejaria Nacional, primeira fábrica-bar paulistana a oferecer cinco variedades de chope artesanal, cada rótulo ganha o nome de um mito folclórico: Y-îara Pilsen, Kurupira Ale, Sa´si Stout, Domina Weiss e Mula IPA. Servidas como chope e criadas pelo mestre-cervejeiro Luis Fabiani, as cervejas são produzidas ali mesmo, em plena rua Pedroso de Moraes, quase esquina com a Teodoro Sampaio, em Pinheiros, em um espaço que reúne fábrica, bar e restaurante. Desde a moagem do malte até a filtragem e fervura do mosto, passando pela adição do lúpulo, fermentação e maturação da mistura, tudo será feito no local e à vista dos clientes. O endereço também oferece a oportunidade para os amantes de cerveja explorarem harmonizações com os pratos e petiscos do cardápio, criado pelo chef e sócio Alexandre Cymes, também do Buffet Arroz de Festa e da consultoria de restaurantes AyB. O menu aposta na tradicional dupla cerveja-churrasco e serve pratos preparados na grelha, das carnes aos vegetais, além de receitas preparadas com a bebida.

A Cervejaria Nacional nasceu em 2006 da sociedade entre Fabiani, economista que se apaixonou pelo universo cervejeiro na década de 90 em Nova York, e do produtor gráfico Dudu Toledo, amigo entusiasta de suas experimentações. Dedicado e curioso, ao voltar para o Brasil, o autodidata trouxe um equipamento e começou a fazer em casa sua própria cerveja. A cada cozimento, a paixão de criar novas receitas crescia e a ansiedade de transmitir a experiência aos amigos e familiares, também. De lá para cá, a dupla entrou em uma confraria e mergulhou no universo cervejeiro. Assim nasceu a microcervejaria Nacional, que atuava inicialmente apenas como fornecedora de bares como o extinto Drake’s. O projeto cresceu com a entrada de Alexandre e seu sócio na AyB, Marcus Ribas, e, em 2011, transformou-se na Cervejaria Nacional. No térreo do ambiente de três pisos, ficam dispostos os enormes tanques de fermentação onde toda a cerveja é produzida. No primeiro andar, o bar, com paredes de tijolo aparente decoradas com lambe-lambes, revela uma vista privilegiada para a produção e abriga as torneiras de chope artesanal entre os sacos de malte. No piso superior, o restaurante desperta o apetite e dá vistas para a rua através de um grande vidro.

As lendas

Preparados com mais de 10 tipos de maltes, nacionais e importados, e lúpulo da Alemanha e dos EUA, os chopes artesanais, vendidos em dois tamanhos (Half Pint, com 330ml; Pint com 570ml), atendem a todos os gostos. A Y-îara Pilsen (R$6, Half-pint, R$10 Pint), de cor dourada e espuma clara, apresenta corpo médio, amargor sutil e uma boa presença de lúpulo, fiel às origens do estilo, surgido na República Tcheca no final do Século XIX. A Kurupira Ale (R$6, R$10) é produzida a partir de uma receita de alta fermentação, seguindo o estilo Brown Ale. A cerveja de cor âmbar possui aromas de malte, toffee e frutado e sabor de malte torrado, levemente doce, equilibrado pelo amargor do lúpulo. Já a Sa´si Stout (R$7, R$12), também de alta fermentação, é uma cerveja de alto corpo, robusta. O malte torrado lhe confere uma cor escura e notas tostadas, além do bom balanço entre doçura e amargor proporcionado pelo lúpulo. A Mula IPA (Indian Pale Ale, R$8, R$14), por sua vez, é uma cerveja de alta fermentação, encorpada e saborosa, com notas de caramelo e aromas frutados. A generosa quantidade de lúpulos cítricos resulta no amargor alto e persistente dessa cerveja, fogosamente alcoólica (7,5%). Tudo fresco e sem conservantes. Por fim, a Domina Weiss (R$11), servida em copo especial de 500ml, é preparada com malte de trigo e não é filtrada, resultando em uma cerveja amarelo-palha, sutilmente turva. Com aromas de banana e cravo e um amargor leve e refrescante, segue o estilo clássico alemão que faz sucesso há mais de 500 anos.

Serviço:

Cervejaria Nacional
Endereço: Rua Pedroso de Morais, 604, Pinheiros.
Telefone: 11 3034-4863
Site: http://www.cervejarianacional.com.br/
Horário de funcionamento: de domingo a 4ª das 18h às 23h, 5ª das 18h à 24h, 6ª e sábado das 18h à 1h30.

Segue fanpage : https://www.facebook.com/cervejarianacional

Twitter: http://twitter.com/#!/VozDoBarril